Cirurgias Reparadoras

Cicatrizes e Quelóides

Fazer a tão sonhada cirurgia plástica e apresentar no pós-operatório uma cicatriz larga ou um quelóide não é nada bom. Estas lesões podem surgir a qualquer momento, após um trauma por acidente ou uma cirurgia, e não dependem se a paciente nunca teve quelóides. Saiba que a genética nestes casos é implacável: se seus pais ou irmãos apresentam quelóides, você é um(a) candidato(a) em potencial.

Bem, nem tudo está perdido. Se você, infelizmente, apresenta um quelóide, saiba que dispomos de diversas terapias para melhorar seu aspecto.

Os fatores que predispõem à formação de quelóides e cicatrizes alargadas são parecidos. Tensão excessiva nas feridas, lesões dispostas em posição menos favorável, introdução de material estranho na pele e queimaduras constituem os principais fatores.

Certas áreas do corpo como a região esternal, ombros, dorso, queixo e porção inferior das pernas, apresentam maior risco de aparecimento destas lesões.

A maioria dos quelóides surge até um ano após o trauma local. Pessoas orientais, morenas ou de raça negra, são mais afetadas. Pacientes com idade entre 10 e 30 anos desenvolvem lesões com maior frequência do que as crianças e adultos mais velhos.
Dr. Tiago André Ribeiro
CRM 21.671 - Cirurgião Plástico
R. Dom pedro II - 2740 - Lago Municipal
Toledo - PR
Desenvolvido por Studio Midiamix Creative Web